Repórteres relatam ofensas proferidas por torcedores do Palmeiras no Allianz Parque

(Reprodução/Twitter)
A final do Campeonato Paulista ficou marcada por ofensas de alguns torcedores a repórteres que trabalhavam na cobertura do clássico Palmeiras x Corinthians no Allianz Parque. As informações são do UOL Esporte, por Ana Carolina Silva.

Mariana Pereira, da Rádio Trianon, conta que se dirigiu para o lado esquerdo do campo quando os 90 minutos terminaram – o procedimento é orientação da Federação Paulista de Futebol, que não permite a entrada de jornalistas de rádio no gramado até o fim das premiações.

AINDA SOBRE O ASSUNTO
Torcedor do Palmeiras cospe e joga lata de lixo em jornalistas no Allianz Parque

"A gente ficou muito próximo dos torcedores. Eles jogaram vários objetos, isqueiros, copos d'água e de cerveja... E xingando bastante, bastante. Nessa hora não tinha policiamento nenhum, demorou para aparecer. Nós ficamos bastante acuados. No momento em que me virei para esse grupo de torcedores para filmá-los, eles começaram a me hostilizar mais ainda", relatou.

O vídeo mostra alguns torcedores do Palmeiras gritando xingamentos para os jornalistas, em especial para as mulheres – um dos homens, que veste boné e óculos espelhados, chega a segurar os órgãos genitais e gritar "chupa aqui, vad... do ca...".

 A repórter Ana Thaís Matos, da Rádio Globo, estava perto de Mariana no momento dos xingamentos e, assim como ela, foi acusada por membros da segurança do estádio de ter mostrado o dedo médio para os torcedores. Segundo as duas, os funcionários que prestam este serviço ao estádio disseram que elas teriam provocado seus agressores.

Quando Ana tentou argumentar com um segurança do Allianz Parque, que já discutia com o repórter Gustavo Zupak, também da Rádio Globo, ela ouviu o homem dizer que não a responderia porque já estava conversando com um homem. "Falei: você é machista. E ele: sou mesmo", relatou a jornalista.

As duas não souberam dizer à reportagem se o segurança trabalha diretamente para o Palmeiras ou apenas para o estádio – mas, de acordo com as duas, o clube se mostrou indignado e se comprometeu a identificar o homem.

Quando uma funcionária da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (Aceesp) questionou sobre a suposta provocação aos palmeirenses, Mariana desabafou.

"Eu falei que não, que não fiz isso, porque infelizmente já estou acostumada a ser chamada de p... e de vagabunda em estádios de futebol. Se eu fosse parar para mostrar o dedo do meio para cada torcedor que me fala isso, eu já teria sido expulsa da Aceesp há muito tempo", contou a repórter.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Repórteres relatam ofensas proferidas por torcedores do Palmeiras no Allianz Parque Repórteres relatam ofensas proferidas por torcedores do Palmeiras no Allianz Parque Reviewed by Ribamar Xavier on abril 09, 2018 Rating: 5

3 comentários:

  1. Eu não repudio o que a repórter fez. Ao menos não se acovardou diante de um bando de vagabundos que não respeitam quem está ali pra passar a informação ao torcedor.

    ResponderExcluir
  2. Do jeito que vai indo, daqui a pouco jogo no país vai ter que ser com veto a entrada de torcida mesmo.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Loading...
Tecnologia do Blogger.