Radialistas se mostram preocupados com condições de trabalho em jogos da Libertadores

(Marcos Ribolli/Globoesporte.com)
Profissionais de rádio, que trabalham em emissoras de médio e pequeno porte, não sabem mais como proceder para transmitir jogos da Taça Libertadores da América, em estádios de São Paulo, principalmente.

De acordo com o UOL, por Flávio Ricco, além das dificuldades no credenciamento, existe a queixa que sempre perdem seus lugares nos estádios para as rádios de fora.

Consultado, Erick Castelhero, presidente da Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), informou que o credenciamento e a distribuição de espaços nos estádios obedecem critérios pré-estabelecidos, entre os principais, frequência nos jogos e cobertura dos clubes.

As rádios da Capital sempre têm e terão prioridade e, em caso de confrontos internacionais, como foi o caso de Palmeiras e Boca Juniors, existe a necessidade de compartilhar os lugares destinados à imprensa com os argentinos.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Radialistas se mostram preocupados com condições de trabalho em jogos da Libertadores Radialistas se mostram preocupados com condições de trabalho em jogos da Libertadores Reviewed by Ribamar Xavier on quinta-feira, abril 19, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.