Radialistas se mostram preocupados com condições de trabalho em jogos da Libertadores

(Marcos Ribolli/Globoesporte.com)
Profissionais de rádio, que trabalham em emissoras de médio e pequeno porte, não sabem mais como proceder para transmitir jogos da Taça Libertadores da América, em estádios de São Paulo, principalmente.

De acordo com o UOL, por Flávio Ricco, além das dificuldades no credenciamento, existe a queixa que sempre perdem seus lugares nos estádios para as rádios de fora.

Consultado, Erick Castelhero, presidente da Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), informou que o credenciamento e a distribuição de espaços nos estádios obedecem critérios pré-estabelecidos, entre os principais, frequência nos jogos e cobertura dos clubes.

As rádios da Capital sempre têm e terão prioridade e, em caso de confrontos internacionais, como foi o caso de Palmeiras e Boca Juniors, existe a necessidade de compartilhar os lugares destinados à imprensa com os argentinos.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Radialistas se mostram preocupados com condições de trabalho em jogos da Libertadores Radialistas se mostram preocupados com condições de trabalho em jogos da Libertadores Reviewed by Ribamar Xavier on abril 19, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.