Conselheiros do Palmeiras querem que clube declare comentarista da Globo persona non grata

(Reprodução/Globo)
A postura crítica de Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, em relação à Federação Paulista de Futebol por considerar seu time prejudicado pela arbitragem na final estadual contra o Corinthians tende a gerar uma série de reflexos. Uma delas tem a ver com a Globo, segundo o UOL Esporte, por Ricardo Perrone.

Pelo menos três conselheiros palmeirenses defendem que Paulo César de Oliveira, comentarista de arbitragem da Globo, seja considerado persona non grata no clube. Eles alegam que desde quando era árbitro, Oliveira tem antipatia pelo time e prejudicou a equipe com supostos erros em suas atuações. Agora alegam que os comentários dele durante as transmissões costumam ser desfavoráveis ao alviverde.

AINDA SOBRE O ASSUNTO
Contrato do Palmeiras com a Globo impede clube de atitudes mais contundentes contra Federação

As opiniões dele sobre o jogo do último domingo se transformaram no estopim para ele ser colocado no pacote retaliações proposto por membros do Conselho Deliberativo.

O ex-juiz opinou que foi um acerto a arbitragem voltar atrás no pênalti marcado para os donos da casa, mas criticou a demora para a decisão ser tomada. Eles ainda reclamam que o irmão de Oliveira, Luiz Flávio, também teria prejudicado a agremiação em suas atuações. Esses conselheiros tentam convencer colegas a criar um abaixo-assinado para convocar uma reunião do conselho a fim de votar sobre o comentarista ser considerado persona non grata. O objetivo é constranger a Globo e fazer com que ela evite escalar o ex-árbitro para trabalhar em jogos da equipe no Allianz Parque.

Outro problema que envolve a principal rede de TV do país é o pedido de conselheiros para que o Palmeiras não dispute o Paulista com sua equipe principal. O contrato do clube com a emissora determina que na maior parte do torneio devem ser usados os principais atletas.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Conselheiros do Palmeiras querem que clube declare comentarista da Globo persona non grata Conselheiros do Palmeiras querem que clube declare comentarista da Globo persona non grata Reviewed by Ribamar Xavier on terça-feira, abril 10, 2018 Rating: 5

9 comentários:

  1. SUBSTITUIÇÃO DE TIME CHORÃO:

    SAI: BOTAFOGO
    ENTRA: PALMEIRAS

    ResponderExcluir
  2. Eu acho o Paulo César de oliveira um comentarista de arbitragem fraco, eu sempre fico com a impressão dele ser corporativista, e muito difícil ver ele criticar o árbitro do jogo que ele tá comentando.

    Mas, é fato que essa choradeira do Palmeiras já tá enchendo o saco.

    ResponderExcluir
  3. O Palmeiras têm o direito de chorar sim,o sanche (ops)e o leco também o faria.

    ResponderExcluir
  4. Também acho muito exagerado! O comentarista trabalha p quem assiste de casa. Se a arbitragem se aproveitou disso eh ela q cometeu infração de interferência externa. So falta condenarem o cara dos replays, sendo que a transmissão nao pode ser usada nem por equipe nem por árbitros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Curiosidade: Sao os mesmos conselheiros q pediram a saida do Jailson por causa da mãe dele? ??

      Excluir
  5. Faça igual o Atlético-PR faz, soca um punhado de aspirantes no Paulista do ano que vem. Duvido que o presida tem coragem.

    ResponderExcluir
  6. O que há de errado em usar a TV para corrigir um erro? A tecnologia deve ser usada sim e sem a burocracia de armar uma equipe só para isso. É só liberar para mais canais produzirem os sinais e verificar as imagens por geradores diferentes antes de tomar ou mudar decisões!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, mas ai tem que ser em todos os jogos né, de forma aberta e transparente como é na Europa, e não de forma obscura e sempre a favor de apenas 2 times, coincidência ou não, os "filhinhos" da emissora citada.

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.