COLUNA #177 | Gazeta converte cesta de três, por Albio Melchioretto

Colunista comenta a iniciativa da Gazeta de mostra a LBF (Reprodução)
O basquete feminino já trouxe alegrias ao esporte brasileiro como a conquista no Pan de Havana-92, aplaudidas por Fidel Castro ou o mundial de 1994. Noutro lado da moeda, os últimos anos do basquete trouxe mais decepções que alegrias. As decepções fizeram o basquete se reinventar. Ainda não de modo como poder-se-ia esperar. Mas já há passos. A reformulação das ligas nacionais trouxe um novo olhar para a competição. A Liga feminina, LBF, este ano contará com nove clubes, jogam em turno e returno entre si, o incrivelmente, oito classificam-se para a fase quartas-de-final e assim até um levantar a taça, em melhor de três jogos.

A novidade da LBF, que este ano terá transmissão em televisão aberta após um hiato de vinte anos. Dois terços da população brasileira acessam apenas via televisão aberta. O canal exibidor será a TV Gazeta. O canal já contou com esporte quando da parceria da CNT e dos canais Esporte Interativo.

Atualmente o canal mostra apenas a Corrida de São Silvestre. Neste semestre, todos os domingos, às 15 horas, mostrará um jogo ao vivo, além de transmissão do mesmo, através do site Gazeta Esportiva. Ganha o basquete com exibição, mesmo a TV Gazeta presente apenas em 10 estados brasileiros no sistema aberto, mas conta com sinal “digital” via parabólicas e poucas operadoras. A ideia de um horário fixo é interessante pela intenção de fidelidade que cria no espectador.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@amelchioretto
Recentemente a Liga recebeu o selo ISO 9001:2015 por enquadrar-se em normas internacionais de gestão de qualidade. Ainda vejo um problema para a liga e para a televisão. A falta de continuidade de alguns projetos e peso de camisas. Se não há perseverança de nomes, a fidelidade a marca não se cria. O atual campeão, Corinthians-Americana, não está presente nesta edição. Não há time defendendo o título, um ponto negativo. Não há exploração de marcas, se os projetos de time são efêmeros.

Outro ponto é a exposição de mídia. No último domingo, 28 de janeiro, no jogo da cidade de Blumenau, o jornal que representa a cidade não enviou equipe de reportagem a arena de jogo e recuperou falas extraídas do canal exibidor. A competição precisa da mídia local. Aqui poderíamos pensar a ação de imprensa da liga para criar estratégias de aproximação entre a marca e os veículos locais. Uma coisa depende da outra para sobreviver.

O canal SporTV deverá mostrar a competição nas fases finais, uma pena quando poderíamos estar presenteados com dois jogos por semana.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



COLUNA #177 | Gazeta converte cesta de três, por Albio Melchioretto COLUNA #177 | Gazeta converte cesta de três, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on domingo, fevereiro 04, 2018 Rating: 5

4 comentários:

  1. LBF poderia se juntar com os criadores do NBB e criar a NBBF (Novo Basquete Brasil Feminino) assim, quem sabe, estimular que times das mesmas cidades onde há equipes do NBB sejam criados e continuados para jogar a liga feminina (NBBF).

    ResponderExcluir
  2. A ideia de transmitir basquete feminino é boa, mas é estranho a Gazeta transmitir os jogos no domingo à tarde, dia de futebol e um dia em que a programação do canal está sucateada até perto da 6 da tarde, ou seja, não tem uma alavanca para a transmissão das partidas. Seria mais lógico transmitir uma partida em um dia a noite onde existem outros programas, como o próprio Gazeta Esportiva, para divulgar mais a exibição dos jogos.

    ResponderExcluir
  3. Acompanhei alguns jogos(ou parte deles) pelo LBF Life, tem tudo para dar certo esse projeto. Uma pena que aqui no norte do PR, tanto a CNT Tv Tropical(filiada da Gazeta) como a Gazeta(parabólica) não fazem a transmissão. Vou tentar acompanhar pelo site da própria Gazeta os jogos também.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.