Apesar de ainda ser a maior fonte de receita, Palmeiras diminui dependência financeira da TV

(Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
O Palmeiras conseguiu diminuir em 50% a dependência dos direitos de transmissão de TV em seu orçamento. Isso, no lapso temporal de seis anos. A informação é do ESPN.com.br, por. Francisco De Laurentiis A constatação foi feita pelo presidente da equipe alviverde, Maurício Galiotte, durante evento da consultoria BDO, na última terça-feira, em São Paulo.

Ao mesmo tempo em que celebrou a maior receita da história da equipe, obtida em 2017, o dirigente ressaltou a importância da diversificação de arrecadação. Hoje, o clube alviverde fatura alto com seu programa de sócio torcedor e com seu estádio, o Allianz Parque, além de ter um dos melhores acordos de patrocínio do futebol nacional com a Crefisa, que nesta temporada colocou R$ 78 milhões nos cofres alviverdes.

Atualmente, o Palmeiras recebe R$ 100 milhões/ano da TV Globo, mesma quantia do Vasco.
"Hoje no Palmeiras, a principal fonte de receita ainda é a TV, que representa algo em torno de 25%. No entanto, (o total da TV na receita geral) já foi de 50% há seis anos", explicou Galiotte.

"E qual a importância disso para o clube? Você não depende apenas de uma receita, pois tem outras receitas ao longo do tempo que qualquer problema que você tenha tem como suprir, pois não mexe totalmente no seu negócio", completou.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Apesar de ainda ser a maior fonte de receita, Palmeiras diminui dependência financeira da TV Apesar de ainda ser a maior fonte de receita, Palmeiras diminui dependência financeira da TV Reviewed by Ribamar Xavier on quinta-feira, fevereiro 01, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.