Afiliada Record é impedida de fazer link ao vivo em jogo da Copa do Brasil

Uma equipe de reportagem da TV Atalaia (afiliada Record em SE), foi barrada pela Federação Sergipana de Futebol (FSF), por ordem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), de fazer um link para falar de um jogo da Copa do Brasil. A informação é ddo Observatório da Televisão, por Gabriel Vaquer.

Nesta quarta-feira (31), o repórter Claudio Rocha faria uma entrada ao vivo no 'Jornal do Estado' para falar de Itabaiana x Joinville, partida que seria realizada no estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana, interior de Sergipe.

O problema é que um membro da Federação Sergipana disse que não era possível ele fazer aquilo, porque a Record não tem os direitos de transmissão da competição.

Segundo este membro da Federação, apenas as detentoras dos direitos de transmissão poderiam fazer um link dentro do estádio de jogo, seja no campo, seja em outras dependências de campo.

O fato revoltou a emissora, que fez um comunicado nesta quinta-feira (1) no seu esportivo diário, o 'Atalaia Esporte'. Veja no player abaixo:



Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Afiliada Record é impedida de fazer link ao vivo em jogo da Copa do Brasil Afiliada Record é impedida de fazer link ao vivo em jogo da Copa do Brasil Reviewed by Ribamar Xavier on fevereiro 02, 2018 Rating: 5

3 comentários:

  1. Engraçado, todos os canais esportivos fazem link ao vivo antes e até durante os jogos dentro do estádio (sem mostrar o campo, claro).

    ResponderExcluir
  2. Se está escrito no contrato meu amigo, tem que cumprir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Link ao vivo da arquibancada qualquer um pode fazer, tem lei que está acima de qualquer contrato famigerado. O que não pode é exibir imagens do jogo em tempo real.

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Loading...
Tecnologia do Blogger.