Record não deve mostrar a Olimpíada de 2020 no Japão por conta do fuso horário

Por outro lado, emissora vai mostrar o Pan de 2019 com exclusividade na TV aberta (Foto: Reprodução)
A Record tem levado ao ar algo em torno de 12 chamadas/dia da Olimpíada, como única grande ação para a cobertura prevista para o Rio no agosto próximo.

Segundo o UOL, por Flávio Ricco, de todas as emissoras envolvidas no acontecimento, tem-se mostrado a mais silenciosa. Certo é que 9 ou 10 horas da sua grade diária serão destinadas a cobertura das competições, especialmente na faixa da tarde, a partir das 16h00 e das 22h00 até uma da manhã todos os dias, inclusive com um programa especial na faixa da meia-noite.

Em se tratando de esporte, além dos jogos do Rio, a Record só tem projetado o Pan-Americano de 2019, que irá transmitir com exclusividade no sistema aberto.

Já existe a decisão de não fazer a Olimpíada de 2020, no Japão, porque o horário não será conveniente. Como razão oficial, o risco de não obter retorno comercial à altura, mas como força por trás o aluguel da sua madrugada para o "cliente" Igreja Universal.

Enquanto isso, o SBT informa que Luize Altenhofen vai ser apresentadora e repórter durante a realização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Baixe nosso APP para todos os tablets e smartphones.
Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Record não deve mostrar a Olimpíada de 2020 no Japão por conta do fuso horário Record não deve mostrar a Olimpíada de 2020 no Japão por conta do fuso horário Reviewed by Ribamar Xavier on 6.7.16 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.