Globo pode tirar Galvão Bueno das transmissões da Fórmula 1, diz colunista

(Reprodução)
Com informações do R7, por Keila Jimenez

A Fórmula 1 vem enfrentando queda de audiência e perdendo espaço e importância na Globo ano a ano. Os treinos quase não são mais exibidos. As corridas não são todas narradas in loco. A Globo cortou viagens e regalias do time de Galvão Bueno.

Mas, mesmo com a perda de plateia desde a morte de Ayrton Senna (1994), a F1 nunca tinha ficado sem representantes brasileiros. 2018 será a primeira vez em muito tempo.

A temporada 2017 chegou ao fim com audiência na casa dos 9 pontos. Em 2000, já sem Ayrton, a F1 marcou 17 pontos. O interesse da audiência pelo competição de automobilismo praticamente caiu pela metade. Uma perda de 47% neste período.

Sendo assim, Galvão Bueno, dono de um dos maiores salários da TV brasileira (cerca de R$ 5 milhões mensais), já se prepara para se afastar de vez das narrações da F1. Esse processo já foi iniciado. Galvão já não narra mais todas as corridas como antes.

A emissora também planeja diminuir ainda mais as narrações feitas in loco (em vários países) e reduzir a equipe reservada para a cobertura da modalidade. Nomes tarimbados como Reginaldo Leme estariam preocupados com esses cortes.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Globo pode tirar Galvão Bueno das transmissões da Fórmula 1, diz colunista Globo pode tirar Galvão Bueno das transmissões da Fórmula 1, diz colunista Reviewed by Ribamar Xavier on 24.11.17 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.