COLUNA | Imprensa espanhola se revolta com Barcelona. E não foi por causa do futebol, por Aécio de Paula

Colunista comenta repercussão da imprensa espanhola diante da atitude do Barcelona de atuar apesar da situação na Catalunha (Reuters)
“O futebol não é uma ilha. Ele está inserido no contexto social.” Certamente você já ouviu essa frase anteriormente. Provavelmente deve concordar com ela. Eu também concordo. Afinal, jogadores, técnicos, torcedores e jornalistas esportivos não são seres de outro mundo. Nós nascemos e crescemos dentro de uma sociedade. Não há como se libertar disso. É natural que tenhamos nossas opiniões e preferências políticas. Assim como é natural que acabemos lançando mão dessas visões mesmo dentro do contexto esportivo.

Isso ficou muito claro nessa semana, na postura da imprensa esportiva da Espanha diante da decisão do Barcelona de entrar em campo mesmo com os cidadãos da cidade sendo cruelmente agredidos pela polícia, a mando do governo geral, com intuito de impedir uma votação considerada ilegal pela constituição espanhola.

Não faltaram termos como “Vergonha” e “Absurdo” nas capas dos principais jornais da Catalunha. O Sport não poupou críticas aos dirigentes do clube e elogiaram a postura do zagueiro Piqué, que se emocionou em entrevista depois do jogo.

Aécio de Paula
Colunista do Esporteemidia.com
@TorcidaBrasil2
A diretoria inicialmente afirmou que o clube não entraria em campo por falta de condições de segurança. Acontece que a Organização do Campeonato Espanhol negou este pedido e se o Barcelona não entrasse em campo, iria levar o WO e automaticamente perder 6 pontos. Mas nem essa justificativa acalmou os ânimos dos jornalistas.

Alguns colunistas catalães chegaram a argumentar que o que estava em jogo não eram os 6 pontos, e sim, a honra do clube, que como símbolo maior da região deveria se unir à luta. Além disso, os próprios analistas disseram que o Barcelona não deveria entrar em campo não temendo pela segurança dos jogadores e dos torcedores, e sim, por um protesto em favor da “democracia”.

Aqui não defendo lado A ou lado B. Acredito que como não sou espanhol, não tenho sequer o direito de achar alguma coisa sobre uma possível independência da região. O que coloco em discussão é o papel da mídia esportiva. Você pode achar que ela pode ou não se meter em questões que ultrapassem às quatro linhas do campo. Mas você não pode negar que ela tem o direito de levantar uma discussão, principalmente nesse caso em que o futebol está tão atrelado a questão social.

Não é só futebol. Nunca foi só futebol.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



COLUNA | Imprensa espanhola se revolta com Barcelona. E não foi por causa do futebol, por Aécio de Paula COLUNA | Imprensa espanhola se revolta com Barcelona. E não foi por causa do futebol, por Aécio de Paula Reviewed by Ribamar Xavier on 6.10.17 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.