Júnior Baiano e Pachequinho são convidados do 'Resenha ESPN' neste domingo

(Gazeta Press/ Montagem: ESPN)
Do ESPN.com.br

O 'Resenha ESPN' deste domingo (1º), a partir das 22h00 (de Brasília), ao vivo na ESPN Brasil, será um verdadeiro programa entre velhos e bons amigos. Afinal, os convidados são Júnior Baiano e Pachequinho, parceiros de vida, respectivamente, de Djalminha e Alex, que, claro, estarão presentes. 

Júnior Baiano e Djalminha se conheceram ainda garotos nas categorias de base do Flamengo. Ambos nascidos em 1970, subiram juntos ao time profissional em 1989 e ainda se encontraram em convocações da seleção brasileira no final dos anos 1990.

Pachequinho e Alex também são amigos de longa data. Enquanto o hoje treinador estava no auge de sua carreira como atleta no Coritiba, o meia surgia como uma jovem promessa no time paranaense, chegaram, inclusive, a jogarem juntos entre 1995 e 1996. Hoje, os dois dividem o privilégio de serem grandes ídolos da torcida alviverde.

Raimundo Ferreira Ramos Júnior, mais conhecido como Júnior Baiano e atualmente com 47 anos, nasceu em Feira de Santana, na Bahia. O ex-zagueiro atuou em grandes clubes do país e também pela seleção brasileira, tendo ganho inúmeros títulos importantes por onde passou.

Começou no Flamengo, no qual em três passagens diferentes acumulou 170 partidas e conquistou Campeonato Brasileiro (1992), Copa do Brasil (1990) e três vezes o Campeonato Carioca (1991, 1996 e 2004); no São Paulo, esteve entre 1994 e 1995 e levou a Recopa Sul-Americana de 1994; no Palmeiras, foi titular da equipe campeã da Copa Mercosul de 1998 e da Libertadores da América de 1999; no Vasco, ganhou o Brasileiro de 2000.

Fora do país, esteve em Alemanha (Werder bremen), China (Shanghai Shenhua) e Estados Unidos (Miami FC). Vestiu a camisa da seleção brasileira em 25 oportunidades, anotou dois gols, estava no grupo que foi campeão da Copa das Confederações de 1997 e foi o dono da camisa 4 e titular na Copa do Mundo de 1998.

Após se aposentar, em 2009, ingressou na carreira como técnico. O ex-zagueiro teve um período de aprendizado sendo estagiário de Vanderlei Luxemburgo e, em 2012, chegou a assumir a equipe do Santa Helena, de Goiás.

Eriélton Carlos Pacheco, o Pachequinho, é natural de Ponta Grossa, no Paraná, e na última terça-feira (26 de setembro) festejou 47 anos de vida. Era atacante, defendeu o Coritiba de 1990 a 1996 e depois passou por Bahia, Atlético-PR, Matonense-SP, Paraná e Criciúma. Até julho deste ano, comandou o time alviverde.

Em sua primeira oportunidade como técnico efetivo, em 2015, salvou a equipe paranaense do rebaixamento. Após assumir o time na zona da degola com apenas cinco rodadas para o final do Campeonato Brasileiro, emplacou uma sequência de três vitórias, um empate e uma derrota, mantendo o clube na série A. Ele também conquistou o Campeonato Paranaense de 2017, batendo o maior rival, Atlético-PR, na decisão.

Nos seus tempos de jogador, era conhecido por sua velocidade, dribles, e apesar da baixa estatura, marcou muitos gols de cabeça. Querido da torcida, Pachequinho detém o recorde de maior artilheiro do estádio Couto Pereira, tendo marcado 48 gols ao longo de seus seis anos no clube. Encerrou sua carreira precocemente no Criciúma, com 30 anos, após um infeliz histórico de lesões graves nos joelhos.

Para trocar resenhas com os convidados, o time ESPN está escalado com os ex-jogadores Djalminha, Alex e Fábio Luciano. E a apresentação fica por conta  da André Plihal.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Júnior Baiano e Pachequinho são convidados do 'Resenha ESPN' neste domingo Júnior Baiano e Pachequinho são convidados do 'Resenha ESPN' neste domingo Reviewed by Ribamar Xavier on 29.9.17 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.