Header Ads

Globo projeta arrecadar R$ 3 bilhões com o futebol em 2018

(Reprodução)
Com informações do UOL Esporte (Rodrigo Mattos)

Em 2018, ano de Copa do Mundo, a Globo planeja faturar R$ 3 bilhões apenas com os pacotes comerciais do futebol o que deve fazer a emissora faturar mais do que em 2014, quando o Mundial teve sede no Brasil.

A Globo já anunciou oficialmente que vendeu seu pacote comercial para o futebol em 2018, sem a Copa do Mundo, que foi um pacote a parte. Cada cota foi vendida por R$ 230 milhões para seis empresas. No total, o valor é de R$ 1,380 bilhão.

Houve um leve decréscimo em relação à cota do ano passado por conta do Mundial e pela redução no número de partidas na temporada. Foram oferecidas 85 datas de jogos de futebol quando normalmente eram entre 90 e 95. Isso se explica pela Copa do Mundo e porque não estão incluídos os amistosos da seleção. Mas, ainda assim, são oferecidas 1.974 inserções publicitárias.

Outro pacote já negociado é o da SporTV para a Copa-2018. Foram oferecidas seis cotas de R$ 108,7 milhões nas propriedades publicitárias que se iniciaram em março de 2017. Foram vendidas para cinco empresas, somando R$ 543 milhões. A oferta é de 205 jogos entre Copa das Confederações, Copa do Mundo Sub-20, Copa do Mundo, eliminatórias, amistosos, entre outros.

Por fim, há o pacote da Copa do Mundo da Globo. Cada uma das seis cotas é de R$ 180 milhões, valor igual ao cobrado para o Mundial-2014. Esse preço é válido até outubro de 2017 com prioridade para as empresas que já são parceiras da emissora para o restante do futebol. A perspectiva de faturamento total, portanto, é de R$ 1.080 bilhão.

Ao mercado comercial, a Globo lembra que teve em torno de 80% da audiência na última Copa. E atingiu 164 milhões de pessoas. Somado a isso, a empresa viu um aumento na audiência da seleção desde a chegada do técnico Tite quando o time começou a vencer nas eliminatórias.

No total, o valor a ser arrecadado com patrocinadores pela Globo é de R$ 3,003 bilhões. Na Copa-2014, a emissora faturou com as mesmas propriedades R$ 2,853 bilhões. De novo, isso não inclui todos os ganhos da emissora com o futebol, pois há a assinatura recebida pelo SporTV de operadoras e ainda revenda de anúncios para empresas afiliadas, entre outros benefícios.

Matéria original neste link

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.