Header Ads

ESPN negocia para exibir melhores momentos dos jogos da Copa do Mundo

(Reprodução)
Com informações do UOL Esporte (Fernando Narazaki e Eduardo Ohata)

A ESPN não conseguiu os direitos de transmissão da Copa do Mundo da Rússia 2018. Porém, a emissora não dá por perdida a cobertura do evento. Contudo, a emissora ainda negocia para poder transmitir os melhores momentos das partidas. Seria uma forma de manter o evento com maior exposição no canal, que enviará repórteres para a Rússia e ainda deve realizar programas de debate durante toda a programação, como já é a tradição do canal.

Na Copa do Mundo, a cobertura do evento será feita com repórteres que serão enviados à Rússia. “Vamos manter a parte de jornalismo forte, que é a nossa marca. Transmitiremos o que ocorrerá fora dos campos. Só não teremos as partidas”, disse Mike Walters, vice-presidente de programação da ESPN Internacional.

Por outro lado, a ESPN tenta recuperar os direitos da Liga dos Campeões, já que o contrato com o Esporte Interativo acaba no final desta edição. “Nós estamos conversando com a Uefa, pois o contrato com a Turner (dona do Esporte Interativo) acaba e vamos tentar os direitos. Porém é uma negociação que demanda vários fatores”, apontou o dirigente.

Outra competição que merece atenção da emissora é Roland Garros, que também tem o contrato vencendo com a BandSports no próximo ano. “Já transmitimos os outros três Grand Slams (Aberto da Austrália, Wimbledon e Aberto dos EUA) e claro que interessa transmitir Roland Garros”, disse Walters.

Ao mesmo tempo em que procura recuperar competições que já transmitiu no passado, a ESPN já espera uma negociação mais alta para manter o Campeonato Francês, que ganhou interesse dos brasileiros após a transferência recorde de Neymar para o Paris Saint-Germain. O contrato de exibição da competição ainda tem mais um ano de duração e a renovação já está sendo debatida.

Matéria original neste link

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.