Header Ads

A sociedade do mimimi invade o campo, por Albio Melchioretto, Coluna #155

Colunista comenta polêmica capa do Jornal Extra (Reprodução)
Há alguns meses o filósofo Pondé, publicou na Folha de S. Paulo, uma coluna chamada a “Sociologia do Mimimi”. Ele trata da sociedade que reclama em excesso de todas as coisas. Há o excesso de reclamar e o excesso do que reclamar também. Desenvolveu-se uma hipersensibilidade ao mundo e as críticas. Nada pode ser dito, refletido ou causar desconforto. Algo que Bauman, há tempos, tem chamado de liquidez esquizofrênica. Tudo se dilui e ao penetrar nos entremeios e a hipersensibilidade surge para criticar as críticas. Exagero em tudo. Pensando sobre o excesso diante das críticas quero recuperar dois fatos semanais, Edmundo Animal com o Náutico e Extra com o Muralha e com eles o Mimimi que invade a mídia e nos deixa com saco cheio da sociedade.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@amelchioretto
"O futebolzinho dele é para o Náutico", dispara o Animal Edmundo ao falar de Gilberto, do São Paulo. Torcida e clube capibariano ficaram irritadinhos. Depois comentarista desculpa-se publicamente. Parem tudo. Exagero esquizofrênico. Que mal há em comparar um jogador num momento ruim com um clube que apresenta um futebol medíocre na segunda divisão? Ou agora não podemos mais julgar a incompetência alheia? Ou temos que naturalizar a mediocridade? Futebol é competição que separa os melhores dos piores. Ou alguém goza em zero a zero?

Passado o mimimi da segunda, vem o de sexta. Jornal Extra, em nota de primeira página resolve chamar Muralha de Ex-muralha diante da má fase do atleta. Pronto, a mídia moralista, veste sua farda e marcha em nome da seriedade do esporte. Parem tudo de novo! A própria mídia ao criticar a postura do jornal, legitima o cerceamento de opinião. Se não concordar com a livre expressão, parem de consumir o jornaleco, mas não grite pelo fim de sua liberdade. Muralha, há tempos não consegue repetir o bom momento que vivera na Figueirense, como escrevi em minha página, e o frango que tomou contra o Paraná Clube, e sua postura na cobrança de pênaltis, legitima uma série de piadinhas, diga-se de passagem, prontas. Se a postura de Alex for de Muralha, deveria, talvez jogar no Ibis, nem no Náutico.

Se nada pode ser dito, melhor é calar e comemorarmos com idiotas a cada fevereiro e feriado, como cantava Renato Russo.

Diante da Sociedade do Mimimi, gostaria de terminar a coluna com um palavrão, mas aí surgirão hipersensibilizados com mimimi...

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.