Header Ads

No 'Bem, Amigos!', Galvão Bueno recorda de sufoco que passou na Argentina por causa de bordão

Apuro ocorreu no Estádio La Bombonera. em Buenos Aires (Reprodução)
Galvão Bueno relembrou na edição desta segunda-feira (28) do 'Bem, Amigos!', do SporTV, o susto que passou no estádio La Bombonera quando foi fazer a transmissão de uma final entre Boca Juniors e Palmeiras. Tudo por causa do seu popular bordão “Ganhar é bom, mas ganhar da Argentina é muito melhor”. Um torcedor do Boca o reconheceu como autor dele.

“Eu fui fazer (a transmissão do) Palmeiras jogando a decisão com o Boca, e o estádio do Boca para chegar é um horror e para ficar lá são dois horrores. A cabine, lembro direitinho, (pequena), só sentam duas pessoas. Na época, eu sentava com o Arnaldo e o Falcão ficava em pé atrás” começou a contar.

Galvão Bueno não especificou a partida, mas provavelmente ele se referia ao 2 a 2 da primeira partida da decisão da Libertadores de 2000 (os argentinos viriam a faturar o título em São Paulo, na volta).

“Para fazer o Jornal Nacional não dava, aí falei: ‘Bota lá embaixo, ali fora’. E lá fui eu, a torcida não tinha chegado toda, para fazer o JN ao vivo”, continuou o relato.

“Fiz, pelo menos foram respeitosos, mas assim que eu terminei e fechei o microfone, um argentino chegou e disse assim: ‘Ah, você é aquele que fala que ganhar é bom, mas ganhar da Argentina é melhor? ‘Nunca mais pise aqui no lugar onde a gente senta para torcer’. E eu falei: ‘Desculpe, desculpe, desculpe, já vou subir e vou para a minha cabine, boa noite’. Pelo menos, ficou só por aí”, finalizou a história do sufoco na quente casa do Boca.

Com informações do UOL Esporte

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.