Narração de Galvão Bueno, em Real Madrid e Manchester, é marcada por gafes

Galvão Bueno é o principal narrador da Globo (Reprodução)
A narração de Galvão Bueno do jogo entre Real Madrid e Manchester United, pela Supercopa da Europa, foi alvo de várias piadas de torcedores nas redes sociais. O motivo? A quantidade de equívocos e comentários completamente sem cabimento durante a partida, cometidos tanto pelo narrador quanto pelos comentaristas, Caio Ribeiro e Casagrande. As informações são do Torcedores.com, por Karoline Tavares.

Um dos primeiros erros cometidos por Galvão foi dizer que o Real Madrid tem 11 conquistas de Liga dos Campeões, mas, na verdade, o clube venceu 12 vezes o torneio. Alguns minutos mais tarde, o narrador se corrigiu e ainda repassou parte da culpa aos colegas de transmissão: “Eu falei 11, olhei para o Caio (Ribeiro) e para o Casão, eles concordaram com a cabeça”, disse.

Outro momento completamente fora de nexo foi a quantidade de vezes em que Galvão falou de Neymar, assunto que sequer tinha a ver com qualquer uma das equipes que estavam em campo. Além disso, o narrador se equivocou ao dizer que o estádio Marakana, apelidado em homenagem ao Maracanã, localizava-se na Croácia, quando, na realidade, está situado em Belgrado, na Sérvia. Ainda na primeira etapa do jogo, cometeu mais uma gafe ao dizer que o jogador Isco, do Real Madrid foi revelado pelo clube merengue. Antes de chegar ao Real Madrid, o espanhol de 25 anos passou por Valencia e Málaga e não é uma cria do campeão europeu.

No segundo tempo, Galvão voltou a cometer erros. Disse que José Mourinho se autointitula o “Number One”, quando, na realidade, o treinador português é conhecido como “The Special One”. Algum tempo mais tarde voltou a errar, afirmando que Mourinho foi auxiliar do Sir Alex Ferguson no Manchester United, sendo que isso nunca aconteceu. Outro português foi auxiliar de Sir Alex no United: Carlos Queiroz. Enquanto isso, Mourinho era técnico do Chelsea, na mesma época.

Além de Galvão, Caio Ribeiro e Casagrande também entraram na roda dos equívocos. Casagrande, além de passar boa parte do tempo falando do Corinthians, chegou a dizer que em sua época, o jogador Dejan Savicevic, da Macedônia, era um craque. Mas Savicevic nasceu na região que atualmente pertence à Montenegro e representava a antiga Iugoslávia. Já Caio Ribeiro declarou que Cristiano Ronaldo havia conquistado duas Champions League pelo Manchester United e duas pelo Real Madrid, sendo que apenas o prêmio de 2008 foi recebido enquanto o português estava na equipe inglesa.

Para finalizar a sessão de comentários, Galvão chamou a atração seguinte da emissora, que viria logo após a partida de “Armação”, ou seja, Malhação. Nas redes sociais, obviamente, os internautas não perdoaram. “O jogo é Real Madrid x Manchester United.

Os assuntos mais abordados por Galvão, Caio Ribeiro e Casão: Neymar e Corinthians.”, disse um deles. “Galvão é cheio de histórias e todas erradas. Na Europa, o estádio Marakanã é na Sérvia e não na Croácia.”, informou outro. “Galvão Bueno, já citou várias vezes o Neymar, e o Casagrande já citou várias vezes o Corinthians! Resumo: tá tudo normal…”, brincou um usuário.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Narração de Galvão Bueno, em Real Madrid e Manchester, é marcada por gafes Narração de Galvão Bueno, em Real Madrid e Manchester, é marcada por gafes Reviewed by Ribamar Xavier on 9.8.17 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.