Header Ads

Felippe Facincani perde ação na justiça para Paulo Nobre e Alexandre Mattos

Felippe Facincani foi condenado a pagar R$ 10 mil reais (Reprodução)
O  ex-presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, e o atual diretor de futebol do clube, Alexandre Mattos, ganharam o processo de Notícia Crime que moveram contra o jornalista Felippe Facincani. As informações são do blog do Anderson Cheni.

Na audiência que aconteceu em maio, a juíza Danielle Galhano da Silva condenou Facincani a pagar R$ 10 mil reais, valor  que  dividido em 20 parcelas iguais de R$ 500,00 (quinhentos reais) que serão quitados somente em janeiro de 2019.

Nobre e Mattos decidiram que a quantia terá que ser depositada na conta do  Instituto  Brasil Solidário (IBS - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – voltada à valorização do ser humano, oferecendo-lhe oportunidades por meio da Educação).

Facincani já efetuou cinco parcelas na conta do Instituto. O jornalista também teve que se retratar em duas contas nas redes sociais conforme o texto pré-determinado pelos advogados em que Facincani pede perdão pelo ocorrido.

Em março último, depois da derrota do Palmeiras para o Água Santa pelo Campeonato Paulista, o repórter se exaltou em uma conversa interna via Whatsapp que acabou vazando e irritando parte da torcida, comissão técnica, e principalmente, o ex-presidente Paulo Nobre e o atual dirigente Alexandre Matos.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.