Anuncio!

Entre uma cortada e um gol, por Albio Melchioretto, Coluna #148

Colunista diz que Sony esconde as disputas da WTA entre as séries (Reprodução)
A coluna desta semana seguirá o estilo da colcha de retalhos. Retalhando algumas fatos da semana para pensar algumas linhas. Difusas e divagas as ideias.

CANAL SONY

Na coluna #74, de 01 de fevereiro de 2016 comentei da presença do tênis no Canal Sony. Sempre pensei que a dupla poderia se beneficiar, o esporte e o canal. Cometi um equívoco. Hoje as competições menores do WTA estão escondidas entre as séries e represes do canal. Pouco se fala das competições, exceção aos grand slams, e quase nada se noticia na mídia esportiva televisiva. O direito de transmissão não é apenas dinheiro, mas também janela de exposição. Entretanto, o que não é visto, também não é falado. O que deveria ser um ace tornou-se uma quebra de saque.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@amelchioretto
GOLTV

Há duas semanas tive a oportunidade, ao longo de um final de semana, de acompanhar a programação da GolTV. Canal latino focado em futebol, que mostra entre várias competições, como dois jogos do Brasileirão por rodada, por exemplo. Narração e cometários bem apontados, nada de exagero e fanatismo e o melhor, uma programação diversificada: Uruguaio, Peruano, Venezuelano, Português entre outros. Além dos jogos ao vivo, reprises e mais reprises programados para a semana. A ideia da GolTV poderia ser uma ideia adota pelos canais que aqui tempos. Já pensou uma roupagem de futebol no Sportv3; ESPN Extra; Esporte Interativo 2 e por ai vai. Uma programação dedicada ao futebol, com ênfase maior em jogos que debates. A experiência do colombiano, pelo Bandsports poderia ser um exemplo de incentivo ao futebol sulamericano, porque a moda não pegou por aqui?

ESPORTE INTERATIVO E O NORDESTE

O terceiro e último tópico da coluna de hoje é novamente o assunto da coluna passada, a #147, o canal Esporte Interativo estava num embate com alguns clubes do Nordeste. Ao longo da semana tivemos a notícia da desistência da Globo em concorrer com os direitos da televisão aberta por conta da inflacionada que os clubes desejaram. Há rumores de afilhadas de SBT e Record, na região, assumirem a competição. Agora um ponto que tem incomoda: qual o limite do valor dos direitos de cada competição? A entrada do EI tem inflacionado o mercado, mas há tudo um limite. Os clubes precisam aprender com o caso SIMBA, que o produto que parece ser atrativo, tem um limite, nem sempre é pagável o quanto pensam que vale...

Da seção perguntar não ofende: onde veremos a NFL no domingo a tarde?

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



NOTÍCIAS CORRESPONDENTES

Tecnologia do Blogger.