Header Ads

Band pode mostrar Copa e voltar a ser parceira do futebol da Globo em 2018

O que atrapalha os planos da Band são os custos das transmissões (Reprodução)
A exclusividade da transmissão da Copa do Mundo da Rússia, em 2018, é do Grupo Globo, mas os canais FOX Sports terão direito a exibir os 64 jogos da competição. O anúncio oficial de parceria entre esses canais e a Globo deve ocorrer nos próximos dias.

Em troca, o FOX Sports também fechará acordo para que a Globo transmita a Libertadores a partir do próximo ano.

Os canais SporTV, da Globosat (que podem se tornar quatro ou cinco em 2018, só para a cobertura) também transmitirão todo o evento na Rússia. ESPN e Esporte Interativo até o momento estão fora do evento, mas ainda negociam.

Na TV aberta, porém, a Band ainda tem um fio de esperança de exibir o Mundial russo. A emissora discute se vale a pena adquirir os direitos via Globo. As duas emissoras estariam negociando não apenas a Copa, mas um “pacote futebolístico” dos principais campeonatos nacionais do próximo ano.

Ou seja, se tudo der certo, a Band poderia não só exibir a Copa, mas também retomar a parceria no futebol brasileiro com a Globo em 2018.

O problema é o custo. A emissora da família Saad vem fazendo uma série de cortes de gastos nos últimos meses e não tem condições de investir montanhas de dólares em nada. Talvez isso mude, desde, claro, que a Globo reduza suas expectativas financeiras.

Um outro problema é que, mesmo se a negociação der certo, a Band teria que correr para reerguer uma enorme equipe e uma nova estrutura para as transmissões.

Especula-se que a Globo pagou cerca de US$ 120 milhões pelos direitos integrais da Copa da Rússia (inclui internet).

Devido aos altos custos, a emissora vem acenando desde o ano passado com a possibilidade de revender os direitos ara Band e para Record. Esta última, porém, já informou não ter interesse.

Com informações do UOL, por Ricardo Feltrin

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.