Header AD

Time que está ganhando, por Alipio Jr Coluna #134

Premier League segue na ESPN; colunista comenta o tema (Reprodução)
Nos últimos dias houve o anuncio da renovação dos direitos de transmissão da Premier League por parte da ESPN. A emissora continuará tendo exclusividade ao torneio que hoje é um dos melhores do mundo em competitividade. Ainda que gostemos de assistir Real Madrid x Barcelona, é fato que a maioria preferirá um jogo mediano do Inglesão que o mediano do Espanholzão. Quem corrobora essa informação é a audiência, claro.

Segundo dados divulgados pelo canal o crescimento beira os 47% e no caso específico do confronto dos times de Manchester (City vs. United), foram 360 mil pessoas acompanhando o canal. Os 3 canais dão conta das transmissões dos principais times e o fato de relegar o jogo mais importante ou de maior apelo ao ESPN+ é o problema a ser sanado. Sou contra essa tática que pretende forçar o assinante a ter algo, uma vez que o upgrade do pacote da operadora pode ter valor salgado.

Alipio Jr.
@alipioj
Ainda que nem todos possam ter o canal HD, quem pode acessar a internet não fica órfão já que todos são disponibilizados no WATCH ESPN. Num país como o Brasil em que o acesso à internet é uma briga de foice no escuro dependendo de onde o leitor resida, isso é muito ruim porém não tem jeito. O portal cresceu mais de 42% e os executivos enxergam números, não as dificuldades do outro lado. Se um numero aumenta o pensamento é de que estão fazendo a coisa certa, ainda que haja uma gritaria por mudanças.

Com todo o cuidado e esmero que tem sido dedicado a Premier League com a exibição do máximo possível de jogos, mesa-redonda e programas específicos, além das reportagens oriundas dos direitos de exibição, há uma gama de campeonatos nacionais de outros países que estão sendo jogados para escanteio e exibidos apenas como tapa-buraco de programação. De repente seria o caso de usar esses direitos como moeda de troca para obter algo que seja interessante dos outros canais. Ou apenas abrir mão desses direitos, já que fica claro não serem prioridades para a emissora.

O fato é que a manutenção destes direitos (do campeonato inglês, claro) garante uma audiência sólida a ESPN e se continuarem trilhando o caminho de transmissão que mantiveram até aqui, o canal tem tudo para se consolidar na briga pela audiência esportiva. O discurso é batido contudo é manter o time que está ganhando e trazer reforços que compensem as deficiências.

Abraços e até a próxima.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Time que está ganhando, por Alipio Jr Coluna #134 Time que está ganhando, por Alipio Jr Coluna #134 Reviewed by Ribamar Xavier on 29.6.17 Rating: 5