Mendel Bydlowski vira árbitro de futebol em série de reportagem da ESPN

Mendel Bydlowski conversando com Salvio Spínola durante treinamento (Reprodução)
Ser árbitro de futebol não é das missões mais tranquilas no Brasil. Errar no apito é saber que seu equívoco será comentado em programas de televisão e você será cornetado por todo mundo. Mas, não é apenas esses os desafios da vida de um juiz. Ao menos é o que garante Mendel Bydlowski, repórter da ESPN.

De acordo com o UOL Esporte, o jornalista resolveu encarar a maratona de um árbitro em uma série especial da ESPN que começou na última terça-feira e terá episódios até a próxima sexta-feira. Mendel virou árbitro, trabalhou os gestos, aprendeu a apitar, se preparou fisicamente e teve um resultado “pífio” no teste.

“Eu vivi o treinamento, bem prático. Não sabia nem apitar, como apitar, o ar escapava. Você precisa de técnica até para apitar. Tem um jeito de correr no campo, comportamento certo. Como tem de ser, para onde correr, dar o cartão. A gente não imagina quanto tem do gestual, como é complexo, toda dinâmica. O que foi mais curioso foi o teste físco da CBF. Foi muito complicado, muito puxado. Deu para viver na pele. Não passei, foi pífio, como é difícil. Precisa controlar a respiração, fiz com os árbitros”, afirmou.

Mendel considerou a experiência que teve como “super interessante”. Para auxiliar em seu aprendizado, ele teve o auxílio de Salvio Spínola, comentarista de arbitragem da ESPN. Mas, apesar de aprovar a experiência, Mendel sabe que a carreira não irá muito longe.

“Nunca vou ser árbitro. Cara nasce para ser árbitro. Pode ter preparo físico, fazer o curso, ter conhecimento sobre as regras. Mas tem comportamento, algo que o cara nasce árbitro. É muito difícil. Tem um dado que só 5% dos árbitros que conseguem chegar na elite. É muito difícil, como jogador mesmo. Vários testes, várias etapas. Tem de ter um jeito, incorporar”, explicou.

O repórter ainda saiu em defesa das críticas que os árbitros sofrem quando cometem erros. “Vivenciando esse universo da arbitragem, percebi que quem mais sofre é o árbitro. Jogo chave, se errar, coloca a carreira no lixo. Quem sofre é o próprio árbitro. Torcedor sofre porque é prejudicado. Natural que sofra. Mas o árbitro por ter toda carreira, ser muito cobrado. Ele que vai mais sofrer”, finalizou.

Mendel terá uma oportunidade de apitar na próxima segunda-feira. Ele comandará um jogo beneficente que contará com a presença de grandes nomes como Gabriel Jesus.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Mendel Bydlowski vira árbitro de futebol em série de reportagem da ESPN Mendel Bydlowski vira árbitro de futebol em série de reportagem da ESPN Reviewed by Ribamar Xavier on 22.6.17 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.