Header Ads

6,4 milhões de pessoas assistiram jogos da Seleção contra Argentina e Austrália

Registro do amistoso da Seleção Brasileira contra Austrália (Jason Reed/Reuters)
Os jogos da seleção brasileira contra Argentina e Austrália tiveram 6,4 milhões de telespectadores (considerando quem viu a partida por pelo menos algum momento) na TV Brasil e TV Cultura, canais escolhidos pela CBF para inaugurar o novo modelo de transmissão. A informação foi publicada pela Folha de S. Paulo, por Sérgio Rangel.

O alcance das partidas neste mês nas emissoras corresponde a 14,6% dos telespectadores que sintonizaram a Globo no mesmo horário, quando o canal foi assistido por 43,6 milhões de pessoas.

Os números são uma projeção da audiência auferida pelo Ibope.

Sem um acerto com a Globo, a CBF decidiu produzir e distribuir o sinal dos amistosos da seleção

Com a narração de Nivaldo Prieto e os comentários de Pelé e Denílson, os amistosos foram exibidos em várias plataformas. Além dos canais abertos, foram transmitidos no perfil da CBF no Facebook, pela Vivo e pelo UO.

Os cartolas da entidade classificaram como um sucesso o modelo de transmissão.

De acordo com o estudo, o jogo com a Argentina foi o mais assistido na TV. No total, 3,5 milhões de espectadores viram o time de Tite ser derrotado por 1 a 0.

Com maior penetração pelo país, a TV Brasil foi a mais vista. Mesmo com 0,9 ponto de audiência, 1,9 milhão sintonizaram a emissora, segundo o trabalho.

A TV Cultura, que fez 1,2 ponto, foi vista por 1,5 milhão de torcedores durante o clássico. Disputada em Melborune, na Austrália, a partida teve início às 7 da manhã, um horário considerado fraco em termos de audiência.

Segundo os dados do estudo, 3.546.059 milhões de pessoas assistiram ao jogo contra a Argentina pela TV aberta. Sem a seleção, a Globo, com 9,9 pontos de audiência, foi sintonizada por 22.045.310 milhões no mesmo horário.

A rede da CBF deverá ser mantida para os amistosos de novembro, quando o Brasil deverá enfrentar França e Inglaterra.

Sem acordo com a Globo, a confederação decidiu montar a sua transmissão, seguindo uma tendência no cenário esportivo mundial.

Os dirigentes da Confederação acreditam que vão arrecadar mais ao vender os seus produtos diretamente aos anunciantes nas mais diferentes plataformas. Até agora, a entidade não divulgou um balanço financeiro da operação.

O segundo jogo em Melborune teve audiência menor na TV: 2,9 milhões, sendo 1,6 milhão na TV Brasil e 1,3 milhão na Cultura. A Globo conseguiu 10,4 pontos de audiência, e foi assistida por 21,5 milhões no mesmo horário da goleada do Brasil diante dos australianos, por 4 a 0.

Em agosto, a CBF fará uma concorrência pública para vender os direitos dos amistoso até 2022 e das eliminatórias para a Copa do Qatar.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.