Pela Internet, final do Paranaense não alcança metade da audiência da Globo; entenda

Na disputa com o Atlético/PR, o Coritiba acabou levando a taça (Daniel Castellano / FramePhoto/Frame photo)
A transmissão do segundo jogo da final do Campeonato Paranaense, entre Atlético/PR e Coritiba, transmitido este ano por meio do Facebook e do YouTube, atingiu menos da metade do público da segunda partida da final de 2016, exibida pela Globo na TV aberta. A informação foi publicada pelo UOL Esporte, por Eduardo Ohata. Apesar dos números, cartolas dos dois clubes festejam a mensagem representada pela iniciativa conjunta e a veem como vitoriosa.

Dados do Ibope mostram que o segundo jogo da final do Campeonato Paranaense do ano passado, de novo entre Atlético/PR e Coritiba, teve um alcance no Estado do Paraná de 2,6 milhões de pessoas. Ou seja, esse número de pessoas sintonizou para assistir a partida e a acompanhou em sua totalidade ou ao menos parte dela.

O segundo jogo da final do Paranaense deste ano, exibido pelo Facebook das equipes e YouTube, alcançou logo após a partida, 1,1 milhão de pessoas, número divulgado como total pelos sites ''El País'', noticioso, e MKT Esportivo, utilizado como referência pelo mercado publicitário, entre outros veículos.

No caso do YouTube, porém, há que se fazer a ressalva de que um mesmo usuário pode ser computado mais de uma vez, se ele abandonar a transmissão e entrar novamente.

A audiência do segundo jogo da final do Paranaense de 2016 exibido na TV aberta foi de 1,4 milhão de telespectadores por minuto, contra 113 mil pessoas por minuto que acompanharam este ano o clássico regional por meio do Facebook e do YouTube, segundo medição realizada por agência digital.

Dirigentes do Atlético/PR e Coritiba festejaram a iniciativa, independentemente de alcance ou audiência.

''Temos consciência do evento histórico que foram as duas finais, e que os resultados foram plenamente atendidos, visto que sofremos uma concorrência muito grande. Todas as finais foram televisionadas pelas grandes redes. Mesmo com essa concorrência, fizemos números muito significativos. Além disso, a captação de patrocinadores foi muito satisfatória. Tivemos patrocinadores de peso, como Renault, Uber, Tim, Copel, Adidas. Por essas razões consideramos que tenha sido um grande sucesso'', informou o Atlético/PR, por meio de nota, ao ser questionado sobre os números, iguais, do clássico divulgados pelos veículos de mídia.

O Coritiba comemorou a ação em si, por conta da mídia espontânea gerada, audiência e benefícios em relação às mídias sociais.

O clube, porém, questionou a informação de alcance divulgado pela mídia, ao alegar que 1,1 milhão de pessoas correspondia ao Facebook do Coritiba, mas que precisava ser somado os números do Atlético/PR e os do YouTube. Além de apontar que o vídeo do jogo continua a ser visualizado. Mas, não informou o número de alcance registrado logo após a partida que estaria correto.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Pela Internet, final do Paranaense não alcança metade da audiência da Globo; entenda Pela Internet, final do Paranaense não alcança metade da audiência da Globo; entenda Reviewed by Ribamar Xavier on 12.5.17 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.