Header Ads

Globo deve ter impacto financeiro em 2018 se não tiver amistosos da Seleção

Globo não mostra amistosos da seleção no mês de junho na Austrália (Reprodução)
Sem direitos sobre três amistosos da seleção em 2017, a Globo terá um impacto financeiro restrito para este ano pela falta das partidas. Mas, caso não consiga um novo contrato para 2018, a emissora passará a sofrer um duro golpe na sua arrecadação. De acordo com o UOL Esporte, por Rodrigo Mattos, os jogos do time nacional são um dos produtos mais valorizados dentro do pacote anual negociado pela Globo a seus anunciantes.

A emissora carioca vende a exposição em um grupo de 95 partidas no ano que inclui Brasileiro, Copa do Brasil, Libertadores, Estaduais, Sul-Americana e jogos da seleção. Por isso, ganhará R$ 1,8 bilhão neste ano. As partidas da seleção têm peso para completar o número total e principalmente por renderam altas audiências, tendo importância estratégica para a emissora.

Uma análise do calendário da CBF mostra que jogos do Brasileiro, Copa do Brasil e Estaduais garantem 79 datas para a Globo. Há várias datas coincidentes com a Libertadores que, em geral, tem preferência sobre a Copa do Brasil. Há mais nove jogos das competições sul-americanas que não são junto com os campeonatos do Brasil, mas não há garantia de presença de brasileiros. De qualquer maneira, os 88 jogos seriam insuficientes.

Para 2017, a Globo já tem as eliminatórias da Copa, isto é, a presença da seleção nos jogos mais importantes dentro do seu pacote. Por isso, a emissora não quis pagar o preço pedido pela CBF que queria em jogos avulsos valores similares aos do pacote. Até porque seu pacote publicitário já está vendido e empresa será pouco afetada nesta ano.

Para 2018, no entanto, a Globo deixaria de ter até 10 datas nobres em ano da seleção na Copa do Mundo. A emissora entende que até poderia substituir as datas por outros campeonatos em um rearranjo. Mas não seriam jogos do mesmo valor, o que afetaria o total pedido às empresas. Ou seja, a emissora teria de renegociar o pacote pelo qual tem incrementado valores.

Por isso, a Globo já se prepara para entrar forte na concorrência por bid que a CBF prepara para venda de seus jogos no ciclo de 2018 a 2022. Outras redes de televisão também avaliam que um pacote completo será bem mais valorizado porque poderá ser comercializado a longo prazo.

Questionada, a Globo informou que não faria comentários sobre impacto financeiro de não ter renovado o contrato da seleção.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.