Presidente de conselho do Atlético/PR anuncia formação de G5 para negociação com TV

Revelação foi feita pelo presidente do Conselho Deliberativo do Atlético/PR, Mario Celso Petraglia (Reprodução)
Em reunião para uma associação de sócios do Atlético/PR, publicitada no YouTube, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Mario Celso Petraglia, anunciou nesta terça-feira (21) que o Furacão e os outros quatro clubes da Série A que assinaram com o canal Esporte Interativo, Palmeiras, Santos, Bahia e Coritiba, firmaram compromisso jurídico de negociar em conjunto as cotas de TV para a transmissão de seus jogos em TV aberta e PPV. As informações são do UOL Esporte, por Napoleão de Almeida.

"Hoje nos concluímos o G5. Os [departamentos] jurídicos terminaram a reunião. Nós fechamos esse grupo para negociarmos com o mercado a TV aberta e PPV", anunciou Petraglia, citando os demais clubes do Pool. "Há uma grande injustiça na divisão do PPV. O Atlético não se conforma com isso e vamos melhorar, assim como melhoramos a TV fechada, vamos melhorar aberta e PPV. Acreditamos que em 2019 vamos dobrar o que recebemos", avaliou.

O canal Esporte Interativo, em reunião anterior, já havia liberado os clubes para negociarem esses dois produtos em separado. A emissora, que assinou com os cinco clubes de 2019 a 2024, irá transmitir os jogos em TV fechada. Ainda não se sabe como irá funcionar o conflito de direitos com Globo/SporTV, detentora dos direitos dos demais clubes.

Petraglia não poupou a Globo de críticas pelo modelo atual de divisão de cotas de TV, e também foi duro com o Flamengo, a quem culpou pelo "fim da Primeira Liga". "Em 1996 nós trombamos com a Globo, uma briga que permanece até hoje, 20 anos depois, pela injusta divisão das cotas de televisão", relembrou, citando o episódio em que barrou a emissora de transmitir o jogo das quartas de final do Brasileiro daquele ano contra o Atlético/MG.

"A TV é fundamental", avaliou Petraglia, "O PPV ainda o direito no Brasil é dos dois clubes, do mandante do visitante. Na Europa é só do mandante. Cada jogo do Flamengo lá, conosco, eles ganham R$ 3,2 milhões por jogo, e nós, R$ 150 mil. Quando é na nossa casa, a mesma coisa. Na mesma competição, concorrendo com a gente, é uma injustiça. Os países que cresceram no futebol equalizaram isso. Na Inglaterra quem mais ganhou, ganhou 92 milhões de Libras. O último, que caiu, ganhou 60 milhões. É muito próximo. Hoje não há como concorrer. Tentamos na Primeira Liga, mas não foi possível, trombamos com a Globo e com as Federações".

Ele seguiu em análise do quadro: "A Primeira Liga mudou os estaduais. A Globo reforçou e priorizou Rio, Minas e Rio Grande do Sul. 'E não sobrou dinheiro pra vocês, se quiserem essa migalha aí, levem'. A Globo, os cariocas, os gaúchos e os mineiros usaram a Primeira Liga para melhorar seus estaduais. Na hora do primeiro bom dinheiro que conseguimos, na hora de decidir, quiseram dizer que o Flamengo valia duas vezes o que nos valíamos. Dentro de uma visão moderna de divisão nós nos retiramos. Felizmente o Coritiba foi parceiro e a Liga virou pó, ninguém fala mais, estão jogando com o terceiro time. Já se fala no ano que vem ter um torneio de verão. Então, acabou.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Presidente de conselho do Atlético/PR anuncia formação de G5 para negociação com TV Presidente de conselho do Atlético/PR anuncia formação de G5 para negociação com TV Reviewed by Ribamar Xavier on 22.3.17 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.