Header Ads

Novo formato de venda da Libertadores pode prejudicar o FOX Sports; Globo pode sair ganhando

Conmebol deve tirar o Brasil do pacote dos demais países
A forma de negociação pelos direitos da Taça Libertadores da América entre as emissoras de TV e a Conmebol mudou. Os direitos atualmente pertencem ao FOX Sports, que os sublicenciam à Globosat.

Mas a partir de agora, em vez de negociar diretamente com a entidade, as emissoras participarão de um leilão pelos direitos da competição, segundo o UOL, por Eduardo Ohata. A entidade já firmou parceria em relação a outros projetos com a gigante do marketing IMG.

A licitação para selecionar a firma que organizará o leilão acontecerá no mês que vem. Ou seja, de agora em diante, o histórico de negociações passadas e relacionamento, que seriam favoráveis ao FOX Sports, dão lugar a critérios estritamente técnicos, com base nos valores oferecidos e também na expertise na promoção do produto. Para esse último quesito, é uma vantagem controlar um canal na TV aberta e contar com outros na TV por assinatura.

Uma ideia que entrou no radar de dirigentes da Conmebol é separar o Brasil dos demais países da América Latina na negociação dos direitos da edição de 2019 em diante.

Na negociação passada, o FOX Sports adquiriu em um só pacote os direitos da Libertadores para as Américas. Se o formato permanecer inalterado, ou seja, venda das Américas em um só pacote, os executivos da Globo/Globosat terão de pesar muito bem a relação custo/benefício da aquisição dos direitos para o continente inteiro.

Como a Globo não opera diretamente canais de esporte em um grande número de países da América Latina, ao contrário de FOX Sports e ESPN, por exemplo, corre o risco de amargar prejuízo caso não consiga repassar os direitos a canais de outros países.

Com a separação do Brasil do resto da América Latina, a Globo poderia fazer uma proposta robusta financeiramente pelos direitos no país, pois estaria direcionada só para aonde está a sua sede.

Nesse mesmo cenário, ESPN, FOX Sports e Turner respondem a sedes nos EUA, cujos cofres são bem fornidos.]
Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.