Header Ads

Globo diz que não teve interferência na não realização do Atletiba

Jogadores de Atlético e Coritiba de mãos dadas antes do jogo que não aconteceu (Gazeta do Povo)
Criticada por dirigentes, a Globo afirmou não ter tido nenhuma interferência na confusão relacionada ao cancelamento do Atletiba por conta da transmissão online.

Segundo o UOL Esporte, por Rodrigo Mattos, a emissora informou reconhecer o direito deles de passar o jogo. Nos bastidores, executivos da emissora ligaram para dirigentes dos times e da federação para tentar entender o problema.

A Globo fez uma oferta para o Campeonato Paranaense por meio da federação estadual. Atlético/PR e Coritiba não aceitaram pelo valor ser baixo. A emissora não negociou diretamente com esses clubes, e fechou contrato apenas com os outros e a federação.

''O Grupo Globo não tem contrato vigente com Atlético-PR e com o Coritiba nesta edição do campeonato paranaense. Portanto não temos interferência na decisão dos clubes e da Federação de não realizar a partida. Entendemos que cabe aos clubes dispor livremente dos direitos nos jogos em que se enfrentam, e estávamos cientes inclusive da transmissão via Internet'', afirmou a emissora por nota.

SAIBA MAIS
Globo ofereceu R$ 2 mi a dupla Atletiba pelos direitos do Paranaense 2017
Federação impede realização de Atletiba que seria mostrado pelo YouTube
Motivo do veto ao Atletiba seria o 'padrão Esporte Interativo' de transmissão; entenda
Quarto árbitro diz que Atletiba não podia começar com transmissão pela internet
Com credenciamento, Atletiba pode ser mostrado na Internet, diz Federação
Comentarista da ESPN bate boca ao vivo com presidente da Federação Paranaense
Atletiba e torcedores criticam Globo e Federação por não realização de clássico
SporTV divulga nota em que lamenta não realização do Atletiba

A Globo já tinha sido informada pelos dirigentes dos dois clubes que haveria a transmissão do jogo online bem antes do anúncio oficial. E não tentou atrapalhar, segundo a versão interna.

A emissora sempre tem dificuldades na negociação do Paranaense por conta da relação conflituosa entre Atlético-PR e federação. Os dois últimos contratos foram fechados em janeiro pouco antes do campeonato. Os dois clubes também preferiram fechar os contratos do Brasileiro com o Esporte Interativo.

À emissora, o presidente da federação, Hélio Cury, justificou o cancelamento do jogo porque os jornalistas em campo não foram credenciados dentro do prazo. Essa é a justificativa oficial.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.