Famílias de jornalistas da Globo, vítimas do acidente da Chape, vão processar clube

Advogado alega que o time teria responsabilidade, apesar de não ter culpa pela queda do avião (Reprodução)
O advogado das famílias de sete jornalistas vítimas do voo da Chapecoense, João Tancredo, afirmou que irá processar o clube de futebol. A informação é do Estadão, por Clarissa Thomé e Constança Rezende.

Tancredo alega que o time teria responsabilidade, apesar de não ter culpa pela queda do avião. Entre os seus clientes estão as famílias do jornalista Guilherme Marques e do produtor Guilherme Van der Lars, ambos da Globo.

O advogado pediu à Justiça o contrato firmado entre o clube e empresa aérea LaMia. “Teria que ter sido feita uma apólice de seguro em nome dos passageiros. Ela é obrigatória”, disse. Além disso, irá apurar quem pagou pelas passagens. Caso tenha sido as empresas de comunicação, elas podem ter alguma responsabilidade.

O vice-diretor jurídico da Chapecoense, Luiz Antônio Palaoro, defendeu que as famílias unam forças contra os responsáveis pelo acidente.

“Conclamamos as famílias para unir forças. O clube não é responsável direto. O clube ofereceu levar os jornalistas porque havia assentos vagos, mas ninguém foi obrigado a entrar no voo”, disse.

Segundo ele, as famílias dos jogadores e funcionários do clube receberam indenização de 28 salários pela Chapecoense, mais 12 salários pela CBF.

ATUALIZAÇÃO: Segundo o UOL Esporte, por Bruno Thadeu e Daniel Fasolin, outra família representada por João Tancredo é a do Renan Agnolin, repórter da RIC TV de Chapecó e da Rádio Oeste Capital.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Famílias de jornalistas da Globo, vítimas do acidente da Chape, vão processar clube Famílias de jornalistas da Globo, vítimas do acidente da Chape, vão processar clube Reviewed by Ribamar Xavier on 6.2.17 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.