Coluna 'Quinta, categoria!', por Carlos Salvador #1

Colunista fala sobre as negociações da FOX com a SKY (Reprodução)
Imbróglio

O assunto principal dos últimos dias para quem gosta e se interessa ao menos um pouco com televisão, é a negociação/disputa entre o Grupo Fox e Sky. Os dois gigantes tentam chegar a um acordo para renovação de contrato e manutenção dos canais da Fox na operadora. O problema é que tudo indica ser um entrave difícil de ser resolvido. Atualmente são 8 canais do grupo Fox na Sky. Canais de esportes, filmes, séries, documentários e variedades, cada um com sua característica. A intenção e proposta da Fox é incluir ao menos mais dois canais. A operadora é contrária porque, além de pagar mais, teria que repassar o custo desses canais para o consumidor, sendo assim a Fox recusa a renovar o contrato dos demais canais, sem estes adicionais. Impasse.

Como funciona? Atualmente no Brasil, existem seis programadoras disponíveis para canais de assinatura: Globo, Warner, Discovery, Fox, Viacom e Disney. Para transmissão de TV por assinatura, as operadoras (nesse caso a SKY) ‘compram’ pacotes de canais das programadoras (nesse caso a FOX), e passam a transmitir em sua grade de programação os canais de cada grupo. A cada término de contrato, negociações são realizadas para renovação, geralmente sem entraves ou pormenores. O que não é o caso entre Fox e Sky.

Lado Fox: A programadora que já conta com 8 canais na grade da SKY coloca na mesa a proposta que só renovará os 8, se a SKY incluir no seu line-up o Fox+Premium, pacote que inclui 2 canais (Fox1 HD e FoxAction HD), que funciona como um pacote premium, no estilo HBO e Telecine. Além disso, inclui na proposta a inclusão desses canais no line-up do Fox Play para assinantes de SKY. Tudo isso, cobrando um valor maior o atual para a operadora SKY.

Carlos Salvador
fb.com/carlosaugusto.salvador
@calosalvador
Lado SKY: A operadora reluta em aceitar o acordo por dois motivos. Primeiro: não quer bater de frente com o grupo Globo, sua principal programadora, e principal fonte de renda premium (Telecine). Segundo: Acredita ser inviável pagar mais pelos novos canais da Fox, argumentando que não poderia repassar este custo ao cliente, devido a crise financeira do país. Por isso chegamos ao impasse atual.

A que ponto está? O contrato de fato ainda não venceu, se houvesse vencido, a programadora não poderia (diferente de querer) manter os canais no ar. Empresa nenhuma, principalmente nesses portes, deixa para negociar novo contrato faltando 30 ou 60 dias para o encerramento. Desde 24/01, a notícia veiculada pelo Grupo Fox é que dia 01/02 (ontem) os canais sairiam do line-up da SKY. No último fim de semana, a operadora lançou uma campanha com site, vídeos e marcações em redes sociais, colocando a responsabilidade pedindo, para o consumidor fazer pressão na operadora nas redes sociais. Obviamente essa pressão nas redes sociais para a SKY, cresceu consideravelmente. Em cima da hora, na terça feira dia 31/01 a programadora divulgou uma nota informando que manteria seus canais no ar até dia 03/02, amanhã. Em contraponto, desde 20/01 o site da SKY oferece seus pacotes sem qualquer menção a nenhum canal do grupo Fox.

Os dois lados quando contatados por este colunista dão uma resposta padrão, mas sem qualquer objetividade que possa tranquilizar o consumidor. Na SKY, a resposta é “estamos buscando um acordo justo, que satisfaça principalmente os clientes”. Na Fox, a resposta é “procuramos uma negociação justa, que possa oferecer o melhor do conteúdo da Fox para todos os clientes”.

Enfim, parece que estamos longe de um acordo. Na verdade, parece aquela briga de irmãos adolescentes, quando um pega uma blusa do outro emprestado e devolve com uma costura de um desenho novo, fazendo com que o outro fique indignado, não querendo mais usar essa mesma blusa, devolvida com o novo desenho. Enquanto isso, a mãe (nesse caso o consumidor), é que acabará pagando uma costureira para refazer a blusa.......

...... Ahhhh e já ia me esquecendo: umas boas palmadas nesses meninos mimados, resolveria muita coisa. Viu Dona C.A.D.E!?

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Coluna 'Quinta, categoria!', por Carlos Salvador #1 Coluna 'Quinta, categoria!', por Carlos Salvador #1 Reviewed by Ribamar Xavier on 2.2.17 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.