Header Ads

Coluna 'Quem Te Viu, Quem TV', por Carlos Salvador #5

Colunista comenta entrevista de José Trajano a André Henning no EI MAXX (Reprodução)
No Ar
Na ultima quinta feira no EI MAXX, André Henning recebeu José Trajano como entrevistado no programa “No Ar”. Trajano, sem meias nem poucas palavras não fugiu de nenhuma pergunta, não se absteve em nenhum comentário sobre nenhum assunto. Polemico como sempre, falou forte quando mencionou a política de exibição do Sportv, a saída da ESPN e até a aquisição da Champions pelo EI. Para quem o acompanha sabe, que ele ainda tem lenha para queimar, entende muito de jornalismo, porém nem tanto de futebol.

No Ar II
Como cresceu André Henning! O bom narrador conhecido muitas vezes por gritar ou exagerar em algumas transmissões, conduz de forma brilhante seu programa de entrevista. Sabe perguntar, ouvir, questionar e conduzir. É nítido que André Henning passou por um processo de aprendizado, que evoluiu muito desde os primeiros “Jogando em Casa” exibido no EI.

Carlos Salvador
fb.com/carlosaugusto.salvador
@calosalvador
A voz do povo
A torcida do Flamengo foi para as redes sociais, se mobilizou e ao que tudo indica, conseguiu que Galvão Bueno narrasse a estreia do rubro negro na Libertadores no próximo dia 8 de março. A TV Globo não confirmou, mas o narrador na colocou em seu instagram que estará no Maracanã para a partida contra o San Lorenzo. Estreia do Flamengo, casa cheia, Libertadores e Galvão Bueno. Mesmo para quem não é flamenguista, vale a pena acompanhar. Haja coração!

A união faz a força?
Na última sexta feira, reuniram-se na sede do Palmeiras, os presidentes de Bahia, Santos, Coritiba, Atlético Paranaense e o presidente anfitrião, para uma segunda rodada de discussões sobre negociação em bloco dos direitos de TV num futuro próximo. A idéia do grupo é fortalecerem-se nas negociações e conseguirem mais dinheiro a cada contrato. A posição é manterem a mesma postura nas negociações e fazer algo como “quem levar, leva os cinco”.

A união (não) faz a força?
Muito boa a idéia dos clubes em se unirem para negociação em bloco por direitos de TV, porém me parece algo muito superficial. Ou estamos diante de uma grande revolução, ou já sabemos que no meio do caminho, algum deles irá puxar o tapete para si, crente que seu clube merece mais que o outro, simplesmente por merecer. Vide o que vemos anteriormente quanto a (não) participação da dupla Atletiba na Primeira Liga.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.