Albio Melchioretto #129: Por que a grande mídia é tão medíocre?

Colunista comenta caso do Atletiba que não ocorreu (Reprodução)
Domingo, 19, deveria ter ocorrido a primeira transmissão via YouTube. A Federação Paranaense alegou que a produtora independente não havia sido credenciada no tempo de acordo com o regulamento. Não vou expor o fato porque é de conhecimento de todos, principalmente ao leitor assíduo deste site. Quero refletir o quão medíocre é a mídia por uma ausência crítica veemente diante de um momento épico. E que bom que isto aconteceu agora, em 2017, nos arcaicos estaduais. Não quero discutir a várzea das federações estaduais (porque elas existem ainda?) mas provocar você leitor sobre a ausência de uma discussão séria sobre o fato na mídia. Ela discute de maneira séria ou ela reproduz um modelo que nos levará para o fundo do poço de vez? Atletiba, Flamengo, Pernambucanos, Primeira Liga... é uma bola de neve, porque nossa história recente mostra que rupturas e resistências são efêmeras, e pouca coisa mudará.

No domingo do jogo um burburinho de exploração do fato. Na segunda passei o dia ouvindo rádios de Curitiba e o assunto foi pouco ou quase nada discutido. Por que? Os jornais da cidade limitaram-se ao fatual. No domingo só o Esporte Interativo e ESPN pararam tempo oportuno. Outros canais apenas noticiaram o fato, sem muito refletir. A ESPN com Gian Oddi promoveu um verdadeiro ataque (necessário) ao presidente da federação, já os canais EI deixaram evidente que havia um interesse especial no espetáculo.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@amelchioretto
A Rede Globo está no direito de oferecer o que entende como justo pela competição. Os clubes estão no direito de entender que seu produto pode valer mais. Quando a isso não há lógica em discutir. A discussão está na forma velada como a mídia tem tratado isto. É preciso discutir isso abertamente. O veto foi por qual motivo? Padrão Esporte Interativo? Retaliação? Mesmo que senão for, o questionamento fica no ar pela forma obscura como tudo é tratado. E ainda, porque a mudança da sexta, 17, para o domingo, que no primeiro momento profissionais locais do Paraná fariam o jogo e depois profissionais do quadro do Esporte Interativo apareceram? Por que a mudança? Ambos clubes assinaram com o canal do grupo Turner para o Brasileirão-19. Não acredito em coincidências. Se a lógica de organização da federação for verdadeira, porque o jogo entre Rio Branco x Toledo, no dia 12 aconteceu? Sendo havia pessoas não credenciadas que vieram a público confessar o problema? E a fala do juiz: “o pessoal não pode transmitir porque não é a detentora do campeonato”.

Questionamentos feitos, volto a defender a mesma ideia: urge a mudar a legislação sobre direitos de transmissão. Passou da hora de limar estas federações locais, é preciso pensar globalmente e não via toupeiras sanguessugas que são esta gente do mau que comandam as federações. Elas não contribuem para o esporte. Das duas uma, vende-se o pacote do campeonato como um todo ou cada mandante deve ter o direito sobre o espetáculo, mas esta discussão caberia ao legislativo, mas lá também há toupeiras, só que travestidas de bancada da bola. Do jeito que está o Atletiba da vergonha voltará a repetir.

Torço para estar enganado.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.



Albio Melchioretto #129: Por que a grande mídia é tão medíocre? Albio Melchioretto #129: Por que a grande mídia é tão medíocre? Reviewed by Ribamar Xavier on 28.2.17 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.