Header Ads

Sobrevivente da queda do avião da Chape, Rafael Henzel volta ao trabalho

Jornalista volta a apresentar programa de rádio nesta segunda-feira (Reprodução)
O radialista Rafael Henzel retornou ao trabalho 41 dias após o acidente com o avião da Chapecoense, que vitimou 71 pessoas. De acordo com o UOL Esporte. Henzel participou nesta segunda-feira (9) do programa 'Som e Café News' da rádio Oeste Capital, de Chapecó/SC.

"Não é uma coisa muito fácil, mas Deus preservou meu intelecto, minha voz, para que eu pudesse voltar a trabalhar", comentou Henzel.

O jornalista foi um dos seis sobreviventes do voo da Lamia, que caiu na Colômbia, em 29 de novembro. "Digamos que estou em uma pré-temporada, assim como a Chapecoense, para voltar bem, voltar feliz e levar essa felicidade para o torcedor e para os amigos também", disse.

Sobre o acidente, Henzel destacou que não houve pânico segundos antes do choque do avião com o morro próximo ao aeroporto de Medellín.

"Eu notei na hora que apagaram as luzes e acendeu a emergência. Mas não pensei que ia pousar e ia cair. Não tremeu nada".

O radialista disse que não houve qualquer aviso por parte dos comissários, mas culpou o piloto, que não informou a ninguém a falta de combustível.

"Ele simplesmente bateu, como se batesse na lombada. Não teve desespero, correria. Nada nada. Ainda bem que podemos confortar as famílias quanto ao sofrimento que poderia ter ocorrido no avião. Posso garantir que não houve".

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.