Header Ads

Clubes da Série C pressionam CBF por cotas de TV

Clubes saem satisfeitos de encontro com o presidente Marco Polo Del Nero (Reprodução)
Dispostos a transformar o Campeonato Brasileiro Série C em algo rentável ou menos deficitário para os clubes participantes, 18 dos 20 presidentes/representantes que integram a terceira divisão nacional estiveram nesta segunda-feira (30) na sede da CBF para propor mudanças, tanto no regulamento quanto na comercialização e exploração dos direitos de transmissão da competição.

Com passagens aéreas pagas pela própria entidade que comanda o futebol, os cartolas - exceto do BotafogoPB e do Moto Club/MA - estiveram reunidos durante aproximadamente duas horas com o presidente Marco Polo del Nero, juntamente com o vice e presidente da Federação Paulista, Reinaldo Carneiro Bastos, e o secretário-geral da CBF, Walter Feldman.

Dentre as propostas levadas está a negociação e venda dos direitos de transmissões televisivas e via internet e a mudança no regulamento da competição.

De acordo com o presidente do Botafogo/SP, Gerson Engracia Garcia, eleito como um dos representantes dos clubes - juntamente com os presidentes do Fortaleza, CSA/AL e Bragantino -, a abertura para diálogo da CBF deixou todos otimistas e com boas perspectivas para transformar o Brasileiro em um campeonato viável para os clubes - e também para a CBF.

"Foi um primeiro encontro, bastante positivo, onde notamos uma abertura muito importante por parte da CBF. Eles estão dispostos a transformar a Série C em algo maior, como é feito na Série B, com cotas de TVs para os clubes. O campeonato fica mais atrativo, o nível técnico melhora e mais pessoas vão aos jogos", declarou o presidente Gerson Engracia Garcia.

Atualmente, a Série C é mostrada pela TV Brasil (na TV Aberta) e Esporte Interativo (na TV fechada).

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.