Header Ads

Sem 'clima', Rogério Vaughan não grita gol em transmissão na ESPN

Rogério Vaughan é narrador da ESPN (Reprodução)
Em respeito ao luto pela tragédia no voo na Colômbia que vitimou dezenas de pessoas, quase toda a delegação da Chapecoense, o presidente da federação catarinense, Delfim Peixoto, jornalistas, convidados e tripulantes, o narrador Rogério Vaughan, da ESPN, deixou de gritar gol no jogo Liverpool x Leeds, pela Copa da Liga Inglesa. A informação é do UOL Esporte.

"Não dá pra ser falso numa hora dessa, fake como se diz. Você vê o gol do Liverpool e soltar a voz num dia como de hoje. Não tem condições, somos seres humanos", justificou, limitando-se apenas a informar sobre os dois gols dos Reds.

"Quero dividir com você fã de esporte. É a primeira vez que eu não narro um gol na minha vida, justamente em respeito ao luto, nessa terça-feira", voltou a esclarecer aos telespectadores.

Mauro Cezar Pereira, comentarista que o acompanhava na transmissão, concordou com a falta de clima em um dia tão triste no país e lembrou sobre os adiamentos de disputas de futebol no país.

"Por isso mesmo o adiamento dos jogos programados para a semana: final da Copa do Brasil que seria amanhã, rodada do Brasileirão passando de domingo para o dia 11. Realmente, não tinha a menor condição. O Atlético/MG, inclusive, último adversário pela tabela do Campeonato Brasileiro a enfrentar a Chapecoense, sugeriu que o jogo não seja realizado."

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.