Header Ads

Mauro Beting pede desculpas à família de Mário Sérgio e ao FOX Sports; entenda

Mauro Beting atualmente é comentarista do Esporte Interativo (Reprodução)
O jornalista Mauro Beting, atualmente no Esporte Interativo, fez uso de seu blog no UOL para pedir desculpas à família de Mário Sérgio, que morreu no acidente aéreo ocorrido na Colômbia, nesta terça-feia (29) e ao canal FOX Sports, onde trabalhava recentemente, pelo vazamento do áudio em que conversava com a esposa do ex-jogador e comentarista esportivo. 'Meus sentimentos a quem vazou o áudio', escreveu ele.

Veja o post, na íntegra:

“Caros…

Eu estou escrevendo para vocês que são meus amigos de Dante e de vida há mais de 30 anos. Escrevo também para vocês e para todos que ouviram meu desabafo e meu choro ontem pela manhã APENAS para meus amigos de vida e de Dante.

Mas um muy amigo resolveu passar a gravação para meus irmãos que são amigos e colegas para alguma pessoa. Outra. Outras. Tantas que levaram meu nome, meu áudio e meu choro para o sexto lugar dos trending topics do Twitter no segundo dia mais triste da minha vida. O primeiro tinha sido outro 29 de novembro. Morte do meu pai. O mesmo exato dia errado.

Por isso meu choro ainda maior. Não tinha dez minutos que eu soubera do acidente. Não tinha um minuto que eu desligara da ligação com a mulher do Mario Sérgio. Com quem conversara na véspera. Chateada com a falta de logística do voo para Medellín. Responsabilidade não da Chapecoense. Não do Fox Sports.

Ele desabafou outras coisas. Eu desabafei outras tantas. Mas nenhuma se refere à empresa forçar a viagem de profissionais para Medellín. Jamais. Assunto que era da mulher do Mario, dele, e meu. E que só externei – de modo emotivo e impensado – para AMIGOS que estavam preocupados. Arrasados como o mundo que virou Chapecoense.

Amigos a quem havia dito algumas vezes que eu entrava menos do que gostaria no grupo de WhatsApp exatamente para evitar brincadeiras, memes e mimimis que pudessem vazar como hoje tudo vaza. Mesmo com quem tem muito cuidado no que fala. Porque quem fala o que pensa não pensa no que fala. Eu penso. E evito falar.  E ainda falo muita bobagem.

Mas naquele áudio eu não pensava. Chorava. Naquela gravação eu não falava. Eu desabafava para amigos a minha dor mínima comparada à inimaginável da mulher do Mario. Dos parentes dos que partiram.

Peço desculpas à família do Mario pela exposição. Aos amigos e colegas e chefes da Fox pelo que falei. Aos amigos e colegas do grupo do WhatsApp que tive de deixar. Ao amigo que vazou talvez não por maldade. Apenas por expor uma dor naquele sentimento menor que temos de querer passar pra frente o que passamos e sentimos. Sem ter noção de que certas coisas, e sobretudo as incertas, que passamos devem ficar lá no fundo. Junto com a dor. E o respeito.

Não por acaso falamos ”meus sentimentos” a alguém que morre. Eu ainda sou do tipo que prefere não falar nada a quem perde, e menos ainda ”meus pêsames”. Mas hoje sou obrigado a falar. Desculpas aos atingidos. ”Meus sentimentos” a quem vazou os meus sentimentos.”

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.