Header Ads

Globo cogitou comprar a Série C apenas como 'favor' a CBF; entenda

Globo compraria a competição nos anos 2012, 2013 e 2014 (Reprodução)
Uma troca de e-mails, anexada ao relatório alternativo da CPI do Futebol apresentado nesta quarta-feira (23) pelos senadores Romário (PSB/RJ) e Randolfe Rodrigues (Rede/AL), revela que a Globo tratou a compra dos direitos de transmissão da Série C do Campeonato Brasileiro de 2012, 2013 e 2014 como "um favor à CBF". As informações foram publicadas pelo ESPN.com.br.

A definição é de Marcelo Campos Pinto, ex-diretor da Globo Esportes, braço de negociações de direitos esportivos do Grupo Globo. O executivo, que deixou o cargo no fim de 2015, discutia com Reinaldo Carneiro Bastos, então diretor de Desenvolvimento e Projetos da CBF e hoje presidente da Federação Paulista.

A conversa teve início no dia 21 de março de 2012, com e-mail de Carlos Eugenio Lopes, diretor jurídico da CBF, dando seu parecer sobre o contrato que cedia os direitos de transmissão em televisão fechada, internet e pay-per-view à Globosat. Entre os destinatários, estavam José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, então presidente e vice da entidade.

No dia seguinte, Del Nero encaminha as considerações de Lopes a Bastos, que o repassa, no mesmo dia, a Pinto. "Caro Marcelo, conforme orientação do Pres. Marin, favor contatar Dr. Carlos Eugenio para tratar deste contrato", escreveu.

O executivo da Globo, porém, não se mostrou nada satisfeito com as considerações do diretor jurídico da CBF e, ainda no dia 22, indicou que desistiria da compra da Série C. "Como você sabe só estamos comprando para fazer um favor à CBF. Até parece que estamos sacanear a CBF (sic). Da forma como foram feitos os comentários prefiro desistir da compra."

No dia 23, o e-mail de Pinto é encaminhado por Bastos a Del Nero, que contorna a situação, no dia 25, pedindo "ao amigo, paciência nas ações do presidente Marin" e indicando que o então presidente, hoje preso nos Estados Unidos, "cumprirá todas as ações decididas pelo pres. RT", em referência ao antecessor Ricardo Teixeira.

No mesmo dia, Pinto se desculpa com o "querido e prezado amigo presidente Marco Polo" por "um mal dia" (sic) e diz agora que melhorará o contrato. Além disso, enche o destinatário, Lopes e "o nosso presidente Marin" de elogios.

"De qualquer forma gostaria de aproveitar o ensejo para dizer que você (Del Nero) e o Reinaldo estão fazendo um trabalho fantástico, e que o nosso Presidente Marin está indo maravilhosamente bem. Conte sempre comigo em qualquer situação", disse.

A troca de e-mails se encerra no dia 3 de abril, com Del Nero: "Caro Marcelo. Como sempre você é um grande companheiro. Agradeço os elogios, sempre são bons de receber quando vindos de pessoas amigas e competentes como é o seu caso. Forte abraço".

Pouco mais de um mês depois daquela troca de e-mails, em 19 de maio, Marin recebeu os presidentes de clubes e federações envolvidos na disputa da Série C de 2012 e foi elogiado pelos dirigentes pelo "salto de qualidade que competição há muito tempo vinha almejando", segundo a Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol.

"Esses são momentos que valem por uma vida inteira. Fazem com que a gente se sinta realizado, como está acontecendo comigo agora, como presidente da CBF. Estou aqui há dois meses e parece que já tem cinco anos, por tudo o que estamos fazendo", disse Marin.

Em 2015, a Série C também foi citada por Pinto, em evento da Federação Paulista, em palavras direcionadas a Marin. "O apoio às Séries C e D no Campeonato Brasileiro, que em outros tempos (os clubes) tinham de abrir mão de participar porque não tinham como pagar as passagens e hospedagens. A sua visão de homem do futebol fez com que a CBF passasse a patrocinar essas competições e melhorasse o nosso futebol."

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.