Header Ads

Alipio Jr. #113: Tchau, TV Brasil!

TV Brasil deixa de transmitir a Série B em 2017; colunista fala sobre o tema (Reprodução)
Durante a semana sempre penso no assunto da coluna e vou desenvolvendo mentalmente enquanto não chega o dia de propriamente escrevê-la. Como já aconteceu em outras oportunidades acabei pensando no mesmo assunto da coluna do amigo Albio (aliás, obrigado pela felicitação), sobre os debates em programas esportivos e minha opinião é bem próxima a dele, sobre a necessidade de discutirmos ideias sem necessariamente precisarmos abrir mão das mesmas ou fugir com o papo de “é a minha opinião”.

Dito isto resolvi falar de outro tema que estava no banco de reservas que são os direitos de transmissão da Série B sendo renovados pela Rede TV e deixados de lado pela TV Brasil, alterando pouco o panorama que temos atualmente. A transmissão da Rede TV é aquilo que temos sempre, não vai melhorar e a torcida é para ao menos se manter no nível atual, pois se conseguirem o milagre de piorar não sei onde vamos parar.

O interessante é falar sobre os direitos de transmissão da TV Brasil.

Alipio Jr.
@alipioj
No ano passado a emissora investiu 9 milhões de reais na compra dos direitos de transmissão, orgulhando-se de ter sob o seu chapéu a transmissão de todas as divisões inferiores. Entretanto é importante lembrar que ali há dinheiro público. A administração da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) diz no seu regimento que tem “autonomia para definir produção, programação e distribuição de conteúdos (...), em cumprimento a sua função legal e social”.

Futebol é um negócio altamente rentável quando bem explorado. Não há caridade e não é um jogo de inocência nessas aquisições. O problema é que a transmissão por lá tem um estilo muito mambembe. Já vi programas começando atrasados, imagem ruim, áudio sem sincronia e todo tipo de amadorismo que não cabe mais num ambiente tão competitivo e que só consegue afastar o espectador, que não tem a necessidade de ser maltratado com uma oferta tão grande atualmente.

Não há informação oficial sobre o motivo de rejeitarem a transmissão dos direitos televisivos e tudo o que falarmos não passará da pueril conjectura, mas é fato que há um padrão mínimo para atrair qualquer interessado em programação esportiva e a TV Brasil nunca chegou lá. Pelo visto o dinheiro público está escasso e os investimentos direcionados para outro local mais necessitado. Vai saber.

Abraços e até a próxima.

Curta nossa página no Facebook.
Siga o Esporteemidia.com no Twitter.
Nos acompanhe no Google+.